Técnico em Enfermagem em Hemodiálise

A enfermagem começou a participar ativamente do processo de hemodiálise, como integrante da equipe multiprofissional que assiste aos pacientes renais, a partir dos avanços feitos nessa área, antes exclusivamente médica. Para dar início ao tratamento é necessário o preparo do ambiente, da água para hemodiálise, dos equipamentos e material que será utilizado. Ao receber na unidade de hemodiálise o paciente faz-se uma breve anamnese e exame físico, para adequar a prescrição da diálise às suas condições atuais.

O técnico de enfermagem é responsável pela execução da prescrição médica e de enfermagem com vistas a oferecer assistência ao paciente renal em hemodiálise, proporcionando um tratamento individualizado, seguro e eficiente. O técnico deve proporcionar através de sua assistência higiene, conforto na instalação, monitorização e retirada do paciente da máquina onde realiza tratamento hemodialítico, visando uma assistência humanizada atendendo ao paciente de modo integral.

Etapas a seguir pelo Técnico de Enfermagem em Hemodiálise:

– Preparo do sistema de hemodiálise: ligar a máquina e realizar checagem de seu funcionamento, valores de condutividade e temperatura, montar o sistema de diálise, preencher câmara interna do dialisador e interna do circuito extracorpóreo com solução salina, checar remoção completa de ar do sistema e/ou resíduos de solução esterilizante com reagente específico;

– Preparo do paciente para hemodiálise: orientar o paciente a checar seu nome e registro gravado no material de diálise, verificar sinais vitais e peso seco do paciente, higienizar o braço da fístula (quando for esta a via de acesso vascular), acomodar o paciente de modo confortável à poltrona ou cama;

– Instalação do paciente: proceder a punção da fístula ou a abertura do cateter, coletar material para exames (se solicitado), anticoagular o paciente (se prescrito), conectar a linha arterial à via arterial do cateter ou fístula e a linha venosa à via venosa, ligar a bomba de sangue;

– Monitorizar o tratamento hemodialítico; 

– Finalização do tratamento hemodialítico: verificar sinais vitais e pesar o paciente, desligar a bomba de sangue e devolver ao paciente o conteúdo do segmento pré-bomba do equipo arterial, administrar drogas prescritas e coletar exames antes de desconectar os equipos, desconectar os equipos do acesso do paciente encaminhando o circuito para o reprocessamento, retirar as agulhas do paciente (em caso de fístula como acesso vascular) e realizar hemostasia com gaze estéril por cinco minutos, orientar quanto aos cuidados no período interdiálise.

Anúncios