Que Medicamento é Esse?: Tenoxicam

Que Medicamento é Esse?: Tenoxicam

O Tenoxicam, mais popularmente conhecida como Tilatil, é um anti-inflamatório não esteroide (AINE), cuja indicação é para o tratamento dos sintomas de doenças dolorosas inflamatórias e degenerativas como artrite reumatoide, osteoartrite, osteoartrose, espondilite anquilosante, tendinite, bursite, gota e distensões ligamentares e entorses em adultos.

Além disso, Tenoxicam também pode ser usado no tratamento da gota aguda e da dor após cirurgia.

Como Funciona?

Ele é um composto que pertence à classe química dos oxicans, uma substância ativa com propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, antipiréticas e inibe a agregação plaquetária.

Os Efeitos Colaterais

Alguns dos efeitos colaterais podem incluir dor de estômago, má digestão, dor de cabeça, náuseas, azia, sintomas de pele, como urticária, coceira, manchas avermelhadas na pele, vertigem e tontura.

Quando é Contraindicado?

É contraindicado em pessoas com menos de 18 anos, com doenças graves do trato gastrintestinal superior, incluindo gastrite, úlcera duodenal e gástrica, pessoas com história de alergia a anti-inflamatórios não esteroides com sintomas de asma, rinite e urticária ou com alergia ao Tenoxicam ou a algum dos componentes da fórmula.

Os Cuidados de Enfermagem

  • A medicação deve ser administrada exatamente conforme recomendado e o tratamento não deve ser interrompido, sem o conhecimento conhecimento do médico, ainda que o paciente alcance melhora.
  • A medicação não deve ser usada durante a gestação ou lactação. No caso de gravidez (confirmada ou suspeita) ou, ainda, se a paciente estiver amamentando, o médico deverá ser comunicado imediatamente.
  • Recomende à paciente o emprego de métodos contraceptivos seguros e adequados, durante a terapia.
  • Informe ao paciente as reações adversas mais freqüentemente relacionadas ao uso da medicação e que, diante a ocorrência de qualquer uma delas, como também aquelas incomuns ou intoleráveis, o médico deverá ser comunicado imediatamente.
  • Recomende que o paciente informe ao médico o esquema de medicação anterior ao tratamento ou à cirurgia.
  • Recomende ao paciente que evite o uso de qualquer outra droga ou medicação, sem o conhecimento do médico, durante a terapia.
  • Durante a terapia, avalie: distúrbios gastrintestinais, renais e hemorrágicos (inibição da agregação plaquetária) ou quaisquer outras reações adversas; e monitore rigorosamente os pacientes, que estejam sob o uso concomitante de antidiabéticos orais e anticoagulantes.
  • Interações medicamentosas: atenção durante o uso concomitante de outras drogas!
  • VO: os comprimidos devem ser administrados em dose única com um pouco de Iíquido, o granulado solúvel deve ser dissolvido em um copo de água e ingerido imediatamente.
  • IM: administre profundamente na na região glútea.
  • IV: administre lentamente na veia; a droga não deve ser administrada por infusão.
Anúncios