Quais são as maneiras eficazes de lidar com pacientes e familiares em seu “momento de fúria” ?

Ser diagnosticado com uma doença grave, sentir dor intensa e sentir-se frustrado por estar confinado em um hospital pode deixar qualquer paciente facilmente agitado e irritado. E quando esse paciente começa a tirar suas frustrações de toda a equipe de saúde, você precisa saber exatamente o que fazer para aliviar a situação!

Aqui estão algumas das coisas que você pode fazer para ajudar seus pacientes a recuperarem a calma:

1. Entenda que não é fácil ser um paciente ou uma família!

Nenhuma pessoa iria querer ficar presa no hospital por dias, e ser cuidada por estranhos diferentes a cada doze horas!

Tente entender que não é fácil ser paciente nem ser um parente cujo ente querido esteja em estado crítico. Se os profissionais de enfermagem tendem a ficar irritados sob estresse, eles também ficam.

2. Mostrar empatia!

Como profissional de enfermagem, seu papel é deixar os pacientes sentirem que você entende e se preocupa com eles.

Você pode demonstrar empatia concentrando sua atenção em seu ambiente e em seus sentimentos, expressões e ações.

Mostre-lhes que você está interessado e que eles são importantes!

3. Permita que o paciente “esfrie a cabeça”!

A situação pode piorar se você deixar o paciente ficar com raiva.

Uma das melhores coisas que você pode fazer é deixá-los se acalmar antes de dar sua explicação.

Lembre-se de que eles não estão felizes em estar doentes, por isso é melhor tentar o seu melhor para manter a calma enquanto espera que eles se acalmem.

4. Não invada o espaço pessoal do paciente!

Tente não ficar muito perto ou muito longe deles.

Deixe-os sentir que eles ainda têm seu próprio espaço pessoal que você não estaria invadindo e que eles estão seguros lá.

5. Não toque neles!

Em consonância em deixar que eles tenham seu espaço pessoal, tente não tocá-los.

Isso só pode piorar as coisas e fazê-los sentir que você está invadindo sua própria bolha segura.

Deixe que eles falem o que pensam a partir de uma distância confortável, mas não muito longe de você ter que gritar um com o outro, ou perto demais de que seria desconfortável falar.

6. Seja sensível!

Se um paciente ficar bravo com você por alguma coisa, não pense que ele é um paciente ou pessoa ruim.

Pense em como você se sentiria se estivesse no lugar deles!

Ser sensível aos sentimentos das pessoas significa aceitá-las e respeitá-las, não importa o que aconteça.

7. Seja gentil

Gentileza é uma qualidade que vem do coração e da alma.

As pessoas que são gentis estabelecem a paz e são fortes o suficiente para manter a calma e mostrar contenção, mesmo quando confrontadas com situações difíceis.

Pense antes de responder a qualquer coisa que o paciente diga.

Às vezes, as pessoas reagem rápido demais sem dedicar tempo para pensar em como suas respostas podem afetar os outros.

Se você responder, faça-o de maneira calma e gentil. Se você quiser melhorar a situação, tente evitar a negatividade!

Em vez disso, concentre-se em algo que você pode fazer para ajudar a pessoa.

8. Não discuta!

Tentar não discutir não significa que você não pode expressar sua opinião!

Significa apenas que você tem que declarar seu ponto de uma maneira decente e respeitosa.

Seja sincero em tudo que você diz e tente não pensar que você está sempre certo.

Comunicar melhor e ter um comportamento positivo em relação a qualquer problema resolverá qualquer coisa.

9. Peça desculpas pelo inconveniente!

Algo deve ter dado errado, o que pode ter causado a raiva do paciente.

Não há problema em aceitar e pedir desculpas!

Lembre-se que nosso principal objetivo é restaurar a saúde do paciente.

Desculpar-se não fará de você uma pessoa inferior: Isso só mostrará que você é forte e corajoso o suficiente para aceitar seus erros.

Também pode diminuir qualquer tensão que possa ocorrer entre você e seus pacientes (ou seus familiares).

10. Resolva as questões imediatamente!

Naturalmente, é melhor trabalhar na reclamação assim que puder.

O paciente ou membro da família está com raiva por um motivo.

Anote os detalhes da reclamação e encontre tempo para corrigi-la.

11. Mantenha suas promessas

Ao lidar com pacientes, você tende a dizer coisas que não quer dizer e, na maioria das vezes, dá promessas que não pode cumprir.

Lembre-se de que os pacientes esperam tanto dos profissionais de enfermagem que acreditam no que lhes disserem.

Nunca comprometa!

12. Comunique-se!

A comunicação é um dos aspectos mais importantes da profissão de enfermagem!

Seja honesto com tudo o que você diz ao paciente.

Esteja disponível e responda aos seus pacientes.

Nunca deixe que eles sintam que você os está ignorando.

Será muito mais fácil consertar as coisas se uma comunicação eficaz for usada.

13. Escute!

Isso significa que você deve deixar seu paciente falar sem interromper!

Ouvir não apenas aumenta sua capacidade de empatia, mas também aprimora suas habilidades de comunicação.

A escuta ativa também significa que você deve olhar para os problemas do ponto de vista da outra pessoa.

Concentre-se no que a pessoa está dizendo para você antes de oferecer qualquer ajuda.

Lembre-se de tomar nota do que eles estão dizendo e tente manter as informações!

14. Faça perguntas abertas!

Faça perguntas suaves para saber mais sobre o que a outra pessoa pensa e sente.
Peça esclarecimentos se você não entender o que o paciente está tentando dizer.
Lembre-se de que as perguntas fechadas podem piorar a situação, porque isso apenas fará com que sintam que você não está interessado no que elas têm a dizer.
Perguntas abertas, por outro lado, mostrarão que você se importa.
Faça perguntas como “Por que você se sente assim?” Ou “Como você se sente sobre isso?”.

15. Reconheça a emoção que o paciente está projetando!

Validar os sentimentos da pessoa irá ajudá-la a se sentir compreendida!

Deixe-os sentir que seus sentimentos fazem sentido, que você os ouve e os entende.

Pessoas, especialmente aquelas que estão com raiva, muitas vezes precisam saber que você não acha que elas são ruins ou malucas por se sentirem assim.

Validar os sentimentos de uma pessoa requer uma supressão temporária do impulso para explicar seu lado.

Concentre sua atenção no que seu paciente ou membro da família sente e tente reconhecer seus sentimentos!

16. Definir limites!

Pode chegar a um ponto que você tenha que estabelecer um limite.

Mantenha-se seguro, mas deixe-os saber que você está ouvindo-os.

Defuse situações antes mesmo de escalar.

Um paciente tem o direito de estar envolvido em sua tomada de decisão médica, mas não pode usar esse direito para demandas não razoáveis.

17. Não faça respostas defensivas!

Pense primeiro antes de responder!

Aprenda a pausar e respirar.

Isso vai te acalmar e controlar sua resposta, e também evitará uma explosão desnecessária.

Entenda que muitos fatores levaram a um ataque verbal de seu paciente ou de seu familiar.

Considere que você pode não ser a única razão para sua raiva e que não há sentido em ficar na defensiva!

18. Faça uso da linguagem apropriada!

Nunca esqueça seu profissionalismo mesmo quando estiver sob estresse!

Certifique-se de que o idioma que você usa é apropriado para a situação em que você está.

Pessoas irritadas tendem a dizer coisas que realmente não querem dizer, e é possível que você possa dizer coisas que você vai se arrepender quando as coisas se acalmarem mais tarde.

Escolha suas palavras com sabedoria.

19. Assista sua linguagem corporal!

Nunca cruze os braços ao encará-los e não lhes vire as costas enquanto eles estiverem falando!

Manter contato visual, se necessário, apenas para que você possa deixá-los sentir que você está aberto para o que eles têm a dizer.

Abertura significa que você está disposto e pronto para ouvi-los sem julgamento.

20. Deixe a raiva sair!

Aprenda a respirar corretamente para que você possa deixar toda a ansiedade e raiva sair do seu sistema enquanto exala.

Isso não apenas ajudará você a relaxar, mas também lhe dará tempo para pensar sobre suas ações e palavras.

Lembre-se!

Não deixe que uma situação difícil arruíne todo o seu dia!

Lembre-se de que a profissão de enfermagem não é uma tarefa fácil e que há coisas muito mais difíceis que você precisa enfrentar todos os dias.

Aprenda a aceitar essas coisas que você não pode mudar, e você será capaz de lidar com as coisas de forma mais graciosa e calma como nunca antes. Tudo vai melhorar em breve!

Veja também:

Vigimed: Um novo sistema da ANVISA de Farmacovigilância para Notificações de Eventos Adversos!

Você Sabia? Agora os profissionais da Enfermagem já podem se aposentar mais cedo!

Cofen atualiza norma sobre transporte interno de pacientes

Enfermeiro pode assumir cargo de Técnico em Enfermagem, mesmo sem o devido COREN ativo?

Conheça algumas das melhores maneiras de acalmar seu paciente antes de aplicar uma injeção!

Anúncios