Primeiros Socorros: Proteção contra Doenças Infecciosas

primeiroscorossosinfeccoes.png

Doenças infecciosas ou contagiosas são aquelas que podem passar de uma pessoa para outra ou serem transmitidas de um animal ou do meio ambiente para uma pessoa.

Todos os fluidos corporais devem ser considerados infecciosos, incluindo saliva, sangue, secreções vaginais, sêmen, líquido amniótico (que envolve o feto no útero) e todos os outros fluidos corporais.

As infecções podem ser adquiridas e disseminadas pelo contato físico com sangue e outros fluidos corporais. As vítimas podem transmitir doenças infecciosas se apresentarem qualquer uma das seguintes condições:
1. Erupções ou lesões na pele
2. Ferimentos abertos
3. Diarreia
4. Vômitos
5. Tosse ou espirros
6. Ferimentos que drenam secreções
7. Sudorese intensa
8. Dor abdominal
9. Dor de cabeça com torcicolo (suspeitar de meningite)
10. Pele ou olhos amarelados (suspeitar de hepatite)

Para proteção, é necessária a realização de alguns cuidados. Seguindo as diretrizes, promoveremos a prevenção do contato com sangue, fluidos corporais, secreções, feridas, gotículas de saliva e mordidas.

1. Devemos nos certificar que seus calendários vacinais estejam atualizados;
são elas: BCG (contra tuberculose), hepatite B, DTP + Hib (contra difteria, tétano, coqueluche e meningite), VOP (contra poliomielite – paralisia infantil), VORH (contra diarréia), febre amarela e SRC (contra sarampo, rubéola e caxumba).
2. Preconiza-se o uso de luvas de látex descartáveis sempre que entrar em
contato com uma vítima. Não devemos usar luvas que estejam descoloridas, frágeis,
furadas ou rasgadas.

3. Se houver extravasamento de algum fluido corporal da vítima, devemos limpá-Ia e lavá-Ia com água corrente e sabão.

4. Retirar pelo avesso uma das luvas contaminadas; segurar o lado de dentro da segunda luva com a mão oposta, evitando tocar a superfície contaminada.

5. Lavar abundantemente as mãos com água e sabão assim que concluir o atendimento, mesmo se estiver usando luvas.

6. Evitar tocar na boca, nariz, olhos ou itens pessoais (como pente, chaves do carro ou alimentos) antes de lavar as mãos.

7. Caso o socorrista apresente qualquer ferimento, é importante cobri-la antes do atendimento com roupa de proteção.

8. Se possível, utilizar uma máscara de bolso (insuflador descartável) ao
aplicar respiração boca a boca.

9. Se houver risco significativo de contato com fluidos corporais, devem-se
utilizar roupas de proteção adicional descartáveis, como máscara facial, óculos de
proteção e avental.

10. Relatar todos os incidentes de exposição a fluidos corporais.

Anúncios