O que é a Sobrecarga Atrial?

O que é a Sobrecarga Atrial?

Uma Sobrecarga Atrial pode ser vista através de um laudo de exame feito em um eletrocardiograma (ECG), em um monitor multiparâmetros, e laudos de exames de ecocardiogramas, entre outros.

O Que é uma Sobrecarga Atrial?

É quando há um aumento de volume em um dos átrios, podendo ser o Esquerdo (SAE) ou Direito (SAD). 

Geralmente representa uma dificuldade de esvaziamento do átrio, quaisquer sejam os lados. Na maior parte das vezes pode ser por uma deficiência de abertura da válvula mitral (no caso da SAE). Dependendo da intensidade pode gerar sintomas e arritmias cardíacas.

Entretanto, (nem sempre) pode ser necessário um tratamento medicamentoso ou mesmo um procedimento invasivo como cirurgia ou “plastia” da válvula.

A repolarização ventricular se altera em qualquer mal funcionamento do coração e mesmo em corações sadios, sendo portando uma alteração inespecífica.

As Causas da Sobrecarga Atrial Direita

Podem ser por doenças congênitas:

  • Anomalia de Ebstein;
  • Atresia da válvula tricúspide;
  • Estenose congênita da válvula pulmonar;
  • Síndrome de Eisenmenger;
  • Tetralogia de Fallot;
  • Comunicação interatrial, entre outras.

Ou doenças adquiridas:

  • Cor pulmonale associado ao enfisema pulmonar ou bronquite crônica;
  • Estenose da válvula tricúspide;
  • Insuficiência da válvula tricúspide;
  • Hipertensão pulmonar por inúmeras causas;
  • Cardiomiopatias [dilatada, restritiva e hipertrófica];
  • Fibrilação atrial permanente [arritmia que tem origem nos átrios, podendo ser causa ou consequência da sobrecarga atrial direita], entre outras.

As Causas da Sobrecarga Atrial Esquerda

  • Hipertensão arterial;
  • Doenças da válvula mitral (estenose ou insuficiência da válvula mitral);
  • Doenças da válvula aórtica (estenose ou insuficiência da válvula aórtica);
  • Cardiomiopatias (dilatada, restritiva ou hipertrófica);
  • Doença arterial coronariana;
  • Fibrilação atrial permanente (arritmia que tem origem nos átrios, que pode ser causa ou consequência da sobrecarga atrial esquerda), entre outras doenças.

A sobrecarga atrial esquerda poderá ocorrer isoladamente ou associada à sobrecarga atrial direita (câmara cardíaca localizada acima do ventrículo direito). Essa última condição é chamada de sobrecarga biatrial.

No eletrocardiograma o diagnóstico da sobrecarga atrial é feito através da análise da onda P nas derivações D2 e V1. Eventualmente, em alguns laudos de eletrocardiograma, o termo sobrecarga atrial esquerda poderá ser substituído pela abreviatura SAE ou SAD.

Veja também:

Parada Cardíaca VS Ataque Cardíaco: As Diferenças

A Dextrocardia

A Progressão de um Infarto Agudo do Miocárdio (IAM)

As Valvas (Válvulas) Cardíacas

Comentários
Anúncios