Insuficiência Cardíaca

ic.png A insuficiência cardíaca (IC), também conhecida como insuficiência cardíaca congestiva (ICC), é uma condição ou um conjunto de sintomas em que o coração não bombeia sangue suficiente para satisfazer as necessidades do seu corpo. A insuficiência cardíaca geralmente se desenvolve gradativamente após uma lesão no coração. Algumas lesões podem incluir um ataque cardíaco, muito esforço para o coração devido a anos de pressão arterial alta e não tratada ou uma válvula cardíaca doente.

As causas comuns da insuficiência cardíaca incluem:

  • Doença arterial coronariana
  • Ataque cardíaco anterior (enfarte do miocárdio)
  • Pressão arterial alta (hipertensão)
  • Doença de válvula cardíaca
  • Doença cardíaca congênita (problema com o qual você nasce)
  • Cardiomiopatia (coração aumentado)
  • Endocardite
  • Miocardite (infecção do coração)
  • Diabetes
Os sintomas da insuficiência cardíaca nem sempre são óbvios. Algumas pessoas nos primeiros estágios da insuficiência cardíaca podem não ter nenhum sintoma. Outras podem atribuir sintomas como fadiga ou falta de ar a sinais de seu envelhecimento.

Às vezes, entretanto, os sintomas de insuficiência cardíaca são mais óbvios. Devido à incapacidade do seu coração bombear o sangue eficientemente para suprir seus órgãos (como os rins e o cérebro), você pode sentir vários sintomas, incluindo:

  • Falta de ar
  • Inchaço dos pés e pernas
  • Falta de energia e cansaço
  • Dificuldade de dormir à noite devido a problemas respiratórios
  • Abdômen inchado ou mole, perda de apetite
  • Tosse com muco "espumante" ou catarro
  • Aumento de micção à noite
  • Confusão mental
  • Memória fraca

Algumas pessoas estão mais sujeitas que outras a desenvolverem insuficiência cardíaca. Ninguém pode prever com certeza quem irá desenvolvê-la, mas existem fatores de risco conhecidos. Estar ciente dos fatores de risco e visitar um médico para obter tratamento antecipado são boas estratégias para se tratar a insuficiência cardíaca. Os fatores de risco da insuficiência cardíaca incluem:

  • Pressão arterial alta (hipertensão)
  • Ataque cardíaco (infarto do miocárdio)
  • Válvulas cardíacas anormais
  • Aumento do coração (cardiomiopatia)
  • Histórico familiar de doença cardíaca
  • Diabetes

Conheça os 12 sinais que podem indicar problemas no coração

Saber quais os sinais que podem indicar problemas no coração pode ajudar a prevenir um ataque cardíaco, por exemplo, ou facilitar o diagnóstico de alguma doença do coração como insuficiência cardíaca.

Assim, 12 sinais que podem indicar problemas no coração são:

  1. Ansiedade: um ataque cardíaco pode causar muita ansiedade e medo da morte, momentos antes de ocorrer;
  1. Desconforto no peito: sintoma clássico de um ataque cardíaco;
  1. Tosse persistente: pode ser o resultado do acúmulo de líquidos nos pulmões, devido à insuficiência cardíaca;
  1. Tontura: sentir-se tonto e chegar a desmaiar pode ocorrer momentos antes de um ataque cardíaco ou em casos como arritmia ou hipotensão;
  1. Fadiga: sentir-se muito cansado o tempo todo pode indicar insuficiência cardíaca;
  1. Náusea ou falta de apetite: pode estar relacionada com o inchaço abdominal causado pela retenção de líquidos ou associada à dor do infarto;
  1. Dor em outras partes do corpo: a dor pode começar no peito e se espalhar para os ombros, braços, cotovelos, costas, pescoço, mandíbula ou abdômen ou estar relacionada a um ataque cardíaco;
  1. Pulso rápido e irregular: quando acompanhado de fraqueza, tonturas ou dificuldade em respirar pode ser evidência de um ataque cardíaco, insuficiência cardíaca ou uma arritmia;
  1. Falta de ar: pode indicar também o início de um ataque cardíaco;
  1. Suor frio repentino:pode indicar um infarto, hipotensão, hipertensão ou arritmia;
  1. Inchaço:o inchaço das pernas e dos pés pode ser sinal de insuficiência cardíaca, pois esta doença pode causar retenção de líquidos;
  1. Fraqueza extrema:pode ocorrer nos dias que antecedem um ataque cardíaco ou associada a insuficiência cardíaca ou hipotensão;
Indivíduos que possuem maiores chances de sofrer com doenças do coração são aqueles que têm antecedentes familiares com problemas de coração, os que estão acima do peso ideal, fumam e possuem outras doenças associadas, como diabetes e hipertensão. Nestes casos, todo o cuidado é pouco.

Cuidados de Enfermagem com Pacientes em IC

  1. Administrar medicamentos e avaliar resposta do paciente ao regime farmacológico;
  2. Avaliar o balanço hídrico (ingestão e débito);
  3. Pesar o paciente diariamente na mesma balança;
  4. Auscultar sons pulmonares, detectar um aumento ou diminuição nos estertores pulmonares (pelo enfermeiro);
  5. Determinar o grau de distenção venosa jugular (DVJ);
  6. Identificar e avaliar a gravidade do edema dependente;
  7. Monitorar a frequência de pulso e a pressão arterial, verificando se ha hipotensão postural decorrente a desidratação;
  8. Examinar turgor da pele e mucosa observando sinais de desidratação;
  9. Avaliar sintomas de sobrecarga hídrica;
  10. Avaliação Sistêmica identificando cianose, edemas.

Prescrição de Enfermagem

  1. Manter o paciente confortável em seu leito;
  2. Manter cabeceira elevada;
  3. Manter oxigênio terapia;
  4. Manter o paciente monitorizado;
  5. Controlar sinais vitais;
  6. Anotar balanço hídrico;
  7. Fazer as medicações nos horários prescritos pelo médico;
  8. Manter higienização oral e corporal

Gilmar Ribeiro

Colaborador setor gráfico.

1 Artigo

Christiane Ribeiro

Sou um técnico de enfermagem, que atua na área há 8 anos, dentro de uma Uti/cti. Sou a Idealizadora do blog, ilustradora e blogueira nas horas vagas.

123 Artigos