Inaloterapia

inaloterapia.pngA inaloterapia é um recurso utilizado para manter a umidade adequada das vias aéreas, permitindo que a respiração funcione apropriadamente. É indicada para administração de medicamentos, principalmente os broncodilatadores e os mucolíticos, e ou para suplementar o oxigênio no sistema respiratório do paciente. Com o uso da inaloterapia, pode-se mobilizar e fluidificar as secreções mucosas, aliviar o edema da mucosa, reduzir o broncoespasmo e até reduzir processos inflamatórios por nebulizações de antibióticos.
 
Na forma não invasiva, pode-se realizar a umidificação, administração de oxigênio e medicamentos por meio de nebulizações, por via de máscara inalatória, enquanto por via invasiva (paciente entubado ou traqueostomizado), deve-se utilizar um conector próprio ao circuito ventilatório, o conector MDI (Tubo “T”), conectando o frasco de inalação na terceira via do conector, sem perder a ventilação e não dar perdas ao paciente.
 
A Administração da Inaloterapia pode ser realizada com Ar Comprimido ou com Oxigênio, dependendo do protocolo da Instituição.
 
COMO REALIZAR A INALOTERAPIA?
 
Materiais necessários para o procedimento:
 
-Bandeja,
-Inalador,
-Fluxômetro,
-SF 0,9% ou Água (AD),
-Medicamento prescrito.
 
Realizando o procedimento em método não invasivo:
 
01- Higienizar como Mãos;
02- Conferir a prescrição e reunir todo o material e levar junto ao paciente;
03- Colocar o SF 0,9% ou AD no reservatório do inalador e medicação;
04- Orientar o paciente sobre o procedimento;
05- Colocar o paciente em posição de “Fowler”;
06- Montar o sistema e conectar o inalador a rede de oxigênio ou ar comprimido através do fluxômetro;
07- Regular o fluxo de oxigênio ou ar comprimido de acordo com a prescrição através do fluxômetro, verificando se há saída de névoa do inalador;
08- Colocar a máscara sobre a face do paciente delicadamente e orientá-lo a respirar tranquilamente;
09- Manter a nebulização/inalação durante o tempo indicado e observar o paciente;
10-Deixar o paciente do Confortável;
11- Recolher o material para limpeza e guarda;
12 Higienizar as mãos;
13-Checar o Procedimento;
14-Realizar Anotações de Enfermagem no Prontuário.
 
Realizando o procedimento em método invasivo:
 
01- Higienizar como Mãos;
02- Conferir a prescrição e reunir todo o material e levar junto ao paciente;
03- Colocar o SF 0,9% ou AD no reservatório do inalador e medicação;
04- Orientar o paciente sobre o procedimento caso o mesmo estiver consciente;
05- Colocar o paciente em posição de “Fowler”;
06- Montar o sistema e conectar o inalador a rede de oxigênio ou ar comprimido através do fluxômetro;
07- Regular o fluxo de oxigênio ou ar comprimido de acordo com a prescrição através do fluxômetro, verificando se há saída de névoa do inalador;
08- Instale o conector MDI (Tubo T) na saída do inalador, e desconecte o circuito do paciente, e rapidamente, conecte o tubo T já com a inalação ligada no tubo do paciente, e reconecte o circuito novamente junto ao tubo T (se o paciente obtiver de filtro bacteriológico no circuito, retire enquanto estiver realizando a inalação, pois a eficácia da medicação diminuirá com o filtro bacteriológico conectado ao paciente);
09- Manter a nebulização/inalação durante o tempo indicado e observar o paciente, e após o término do mesmo, realizar a desconexão do inalador com o tubo T e instalar o filtro bacteriológico novamente, reconectando ao paciente rapidamente;
10-Deixar o paciente do Confortável;
11- Recolher o material para limpeza e guarda;
12 Higienizar as mãos;
13-Checar o Procedimento;
14-Realizar Anotações de Enfermagem no Prontuário.
Anúncios