Heparina: Para que serve e como realizar o Cálculo de Heparina?

heparina.png

A heparina é um anticoagulante. Ele é usado para reduzir a capacidade de coagulação do sangue e ajudar a prevenir a formação de coágulos prejudiciais nos vasos sanguíneos.

Possui ação farmacológica atuando como medicamento anticoagulante utilizado em várias patologias.

É usado nos principais casos clínicos:

  • Prevenção de trombose venosa profunda (TVP).
  • Tratamento de embolia pulmonar.
  • Tratamento de síndromes coronarianas agudas incluindo infarto agudo do miocárdio (IAM) e angina instável.
  • Anticoagulante para indução de circulação extracorpórea em cirurgia cardíaca.
  • Anticoagulante para auxílio no tratamento da fibrilação atrial (F.A).
  • Anticoagulante para utilização em procedimentos de hemodiálise.

Encontra-se presente nos tecidos que estão em contato com o meio externo, tais como pulmões, pele e mucosa intestinal, ou em órgãos responsáveis pela defesa do organismo, tais como timo e gânglios linfáticos. A heparina encontra-se dentro dos grânulos secretórios dos mastócitos.

Como ela age no organismo?

A heparina interage com a antitrombina, formando um complexo ternário que inativa várias enzimas da coagulação, tais como os fatores da coagulação (II, IX e X) e mais significativamente a trombina. Esta interação aumenta em mais de 1000 vezes a atividade intrínseca da antitrombina. Pode-se reverter o efeito da heparina através da administração de um antídoto, chamado protamina.

Atualmente encontra-se disponível no mercado a heparina de baixo peso molecular, que possui maior efetividade e menor incidência de efeitos colaterais.

Quais são as vias de administração?

Por via intravenosa (em bolus ou em infusão contínua) ou por via subcutânea.

Principais Precauções com o uso de Heparina

Como o seu efeito útil é de tornar o sangue mais fino e inibe a formação de trombos ou coágulos, e também aumenta as concentrações de lípidos no sangue, é preciso tomar certos cuidados com o uso da heparina. Ele pode causar alguns efeitos adversos como:

  • Hemorragias
  • Trombocitopenia (diminuição da contagem de plaquetas).
  • Queda do cabelo (alopécia) transitória.
  • Osteoporose.
  • Reações alérgicas.
  • Necrose de pele.

É também contraindicada em doentes com hemofilia, trombocitopenia, púrpuras, hipertensão arterial, endocardite, úlcera ou insuficiência hepática ou renal.

Cálculo de Heparina

A Heparina também é apresentada em UI (Unidades Internacionais). Ela é encontrada de duas maneiras:

– Ampola de 5.000UI/0,25ml (subcutânea)

– Frasco ampola 5.000UI/ml com 5ml (Cada ml de heparina contém 5.000UI,e cada frasco de 5ml contém 25.000UI.) – EV e SC (salvo exceções expressas pelo fabricante)

Não esquecendo que seu antagonista é a  PROTAMINA!

Vamos aos exemplos?

EX1.: Administrar 12.500UI de Heparina de 12/12h via EV. Como podemos observar o frasco tem 5ml o que equivale a 25.000UI de Heparina.

25.000UI ———- 5ml

12.500UI ———– X

X = 12.500 x 5 = 2,5ml / dose

25.000

EX2.: Administrar 500UI de Heparina de 12/12h via SC. Como a quantidade de medicamento é pequena, devemos diluir 1ml de Heparina( 5.000UI) em 4ml de água destilada obtendo um volume final de 5ml.

5.000UI ———- 5ml (1ml heparina + 4ml  de água destilada)

500UI ———– X

X = 500 x 5 = 0,5ml / dose

5.000

Exercícios de exemplo:

  1. Foram prescritos 3.000U de heparina para o cliente da enfermaria A. No posto de enfermagem existem frascos de 5.000U/mL. Qual o volume a ser administrado no paciente?
  1. Um frasco e 5mL de heparina contém 25.000 unidades. Para cumprir uma prescrição de 5.000U, o profissional de enfermagem deverá aspirar a quantidade equivalente, em mL?
  1. Foram prescritos 3.500 unidades de heparina subcutânea para um cliente. No setor temos frascos contendo 5.000 unidades/mL. Qual a quantidade a ser administrada?

 

Anúncios