A Deformidade nos Joelhos: O Geno Valgo e o Geno Varo

Joelhos

Os joelhos apresentam alinhamento no plano frontal que varia do valgo ao varo. O geno valgo é fisiológico dentro de valores em torno de 5 a 7 graus. O valgo, em linguagem leiga, apresenta-se com joelhos juntos e os pés afastados, formando ângulo entre a coxa e a perna de abertura externa, enquanto no varo os joelhos se afastam e os pés se aproximam, formando ângulo de abertura interna.

Quais são as suas causas?

De uma forma geral esse alinhamento é decorrente de padrão anatômico familiar, podendo ser herdado de pais e avós. Algumas alterações podem ocorrer por interferência patológica durante o desenvolvimento, como, por exemplo, raquitismo e doença de Blount. A evolução fisiológica do desenvolvimento dos joelhos varia do varo inicial, quando a criança inicia a posição de pé, ao valgo, em torno dos 3 aos 6 anos de idade. Na adolescência, tende novamente ao varo, principalmente no sexo masculino.

Arqueamento dos joelhos para dentro ou para fora definem as diferenças do geno valgo e varo.

Quais são os sintomas e o que eles podem acarretar?

Essa variação é fisiológica e, de uma forma geral, não produz qualquer sintoma nem mesmo dor. Não há o que corrigir se a evolução é fisiológica, desde que não apresente padrão patológico, como já foi dito. Quando a alteração é exagerada, deve ser tratada inicialmente porque tende a progredir, exatamente por causa da presença do potencial de crescimento, o que acentua a deformidade. Nos casos patológicos, é possível o alinhamento com procedimentos na cartilagem de crescimento (epifisiodeses) ou através de osteotomias de fêmur ou de tíbia.

Sabemos na prática clínica que os valgos e os varos acentuados, além do aspecto estético, trarão no futuro, entre 40 e 60 anos de idade, consequências para a função articular desses joelhos. Os joelhos alinhados, com leve valgo de 5 a 7 graus, não evoluirão para artrose. No entanto, tanto o varo como o valgo exagerados tendem a levar esses joelhos a artrose por conta da sobrecarga que esses desequilíbrios proporcionam. O varo produz artrose do compartimento medial do joelho, enquanto o valgo produz degeneração da cartilagem do compartimento lateral do joelho.

Quais são os tratamentos?

Na fase inicial da gonartrose (artrose do joelho) é possível a correção com osteotomias de fêmur para o geno valgo e osteotomia da tíbia para correção do geno varo.

Após essa fase inicial de gonartrose, em que as osteotomias são possíveis, o avanço da artrose, quando compromete os compartimentos medial e lateral do joelho, terá como único tratamento capaz de melhorar a função da articulação após os 65 anos a artroplastia total do joelho com prótese. As próteses em geral não são boas alternativas para pacientes abaixo dos 65 anos de idade porque têm a durabilidade comprometida.

Anúncios