Fraturas: Classificação de Salter-Harris

salterharrisfratura.png

A classificação de Salter-Harris se refere às fraturas que comprometem a fise ou “physis” (placa de crescimento) em pacientes pediátricos, e tem importância relacionada ao tipo de tratamento e ao prognóstico em termos de complicações.

Existem cinco tipos de fraturas, segundo a classificação:

  • Tipo I: fratura transversa através da placa de crescimento (ou “physis”);
  • Tipo II: fratura através da placa de crescimento e metáfise, poupando epífise;
  • Tipo III: fratura através da placa do crescimento e epífise, poupando metáfise;
  • Tipo IV: fratura atravessa todos os três elementos do osso (placa de crescimento, metáfise e epífise);
  • Tipo V: fratura compressiva da placa de crescimento (que resulta em uma diminuição na percepção do espaço entre a epífise e diáfise em raios-X);
Anúncios