Farmacologia: Digitálicos

digitálicos.png

Utilizados na insuficiência cardíaca, onde, por alguma razão o coração não está fazendo o sangue circular em um fluxo satisfatório, levando a um acúmulo de sangue nas veias, nas câmaras do coração e dos pulmões. A ação mais importante dos digitálicos no coração é o fortalecimento da sua musculatura. As fibras digitalizadas se contraem com maior vigor e possibilitam ao coração esvaziar-se cada vez melhor. O resultado é o aumento do volume de sangue impulsionado a cada contração do ventrículo.

Efeitos:

– Aumento do débito cardíaco;
– Redução da pressão venosa;
– Diurese;
– Redução do edema.

Reações Adversas:

– Anorexia e diarreia;
– Náuseas, vômitos e perturbações visuais;
– Confusão mental
– Cefaléia, fadiga e tontura.

Quando estas reações ocorrem, a dose deve ser diminuída ou interrompida por alguns dias. Uma dose letal de digitálico causa morte por parada cardíaca.

Especialidades Disponíveis:

– Lanatosídeo C (Cedilanide) – amp. 2ml com 0,2rng/ml
– Digoxina e Lanoxin – cpr. de 25mg

Cuidados de enfermagem:

– Observar a dose – doses acumulativas;
– Antes de administrar verificar o pulso, se este estiver abaixo de 60, comunicar o enfermeiro ou o médico responsável do setor;
– Quando EV aplicar lentamente;
– Observar efeitos tóxicos (anorexia, náuseas, cefaleia e confusão mental).

Anúncios