Equipo Bureta

A bureta é um dispositivo utilizado para administrar medicações em pequenos volumes e que necessitem de um rigoroso controle de seu volume com exatidão.
 
A administração de medicações em bureta é um método para controle de volume que permite fornecer um volume de líquido relativamente pequeno e em quantidades exatas, no caso da neonatologia, pediatria e em clínicas para adultos, onde são usadas várias medicações que requerem re-diluição, como por exemplo:
 
-Amicacina;
-Aminofilina;
-Gentamicina;
-Penicilina;
-Clindamicina, entre outras.
 
É indicada para para crianças acima de 2.500 kg, sem clínica de ICC (Insuficiência Cardíaca Congestiva) ou insuficiência renal aguda, pois nesta técnica, a cada medicação, introduz-se no mínimo 10 ml de solução para re-diluir o medicamento e 10 ml para lavar a bureta ou equipo.
 
A re-diluição destas medicações podem ser feitas com soro fisiológico 0,9% ou soro glicosado a 5%, de acordo com a prescrição médica.
 
No caso da re-diluição de medicamentos na qual é utilizada em Neonatologia e Pediatria, apresentam prescrições médicas com doses que são calculadas por meio do peso ou superfície corporal da criança. Re-diluir consiste em diluir o medicamento dentro do padrão de costume, avaliar quanto contém em cada ml, aspirar 1 ml e re-diluir em 9 ml de água destilada, quantas vezes forem necessárias para que possamos aspirar a dose prescrita com exatidão.
 
PROCEDIMENTO E MATERIAL PARA O PREPARO DA MEDICAÇÃO DILUÍDA EM BURETA
 
 
– Higienizar as mãos;
– Separar o material necessário: Soro e/ou ampolas de soluções de acordo com a prescrição médica;
-Seringa para aspirar as soluções prescritas: avalie o volume de medicação para determinar a seringa;
-agulhas 40/12 para aspirar a medicação;
-Algodão e álcool;
-Equipo bureta (micro gotas).
 
PREPARANDO A MEDICAÇÃO NA BURETA
 
– Retire o equipo da Embalagem;
 
-Feche a pinça rolete;
 
-Abra o soro no local indicado, após ter feito a desinfecção com álcool a 70%;
 
-Retire a capa protetora da ponteira da conexão da câmara do equipo;
 
-Conectar a ponteira do equipo no soro, com técnica asséptica para que não ocorra contaminação;
 
– Retire o ar da extensão do equipo, drenando o soro pelo equipo;
 
– Identifique o soro com com o rótulo contendo as informações necessárias (do paciente e da medicação);
 
-Identifique o equipo de soro com data, para que ocorra a sua troca de acordo com o protocolo da instituição;
 
-Colocar o soro no suporte devidamente identificado;
 
-Preencha a bureta com soro;
 
-Faça desinfecção com álcool a 70% no orifício de silicone da bureta;
 
-Injete o medicamento, posicionando a agulha na parede interna da bureta;
 
-Complete o volume de diluente prescrito;
 
-Comunique ao paciente e/ou ao seu responsável se presente, o que será realizado;
 
-Conecte o equipo no dispositivo venoso;
 
-Calcule quantas micro gotas serão administradas por minuto;
 
-Inicie a infusão da solução prescrita;
 
-Lave as mãos;
 
– Realize a checagem da medicação na prescrição médica e a anotação de enfermagem do procedimento;
 
OBSERVAÇÕES DE ENFERMAGEM
 
-O equipo e bureta devem ser lavados após cada medicação para evitar precipitação da droga, devido interação medicamentosa;
 
-Comunicar e registrar as possíveis reações adversas;
 
-Toda medicação deve ser administrada em SG5% ou SF0,9% puro; sendo exclusivo para este fim e trocado a cada 24hs;
 
-O tempo de infusão influenciará sua toxicidade, observe o tempo preconizado para cada medicação;
 
-Avaliar o quadro clínico do paciente, idade, medicamento prescrito e respeitar as especificações do fabricante;
 
-Importante ter o conhecimento de regras básicas para calcular o gotejamento da medicação.
 
BURETA.png
 
 
 
 
Anúncios