Colóides: A Albumina Humana

Colóides

Antes de tudo temos que entender o que são Coloides e que a Albumina está presente no plasma do nosso sangue. Quando ocorre uma diminuição no volume do plasma o médico prescreve a Albumina de forma adicional, pois ela tem o poder de aumentar o volume do plasma e consequentemente o do sangue total, sendo um Expansor de Volume Plasmático.  

Os coloides nada mais são as soluções de alto peso molecular capazes de exercer pressão oncótica. Além de restaurar a volemia, o coloide ideal deveria ter um impacto favorável na modulação do processo inflamatório da sepse, tais como a permeabilidade capilar aumentada, a formação de edema tissular, a disfunção do controle vasomotor, assim como as alterações reológicas causadas pelas anormalidades de ativação e aderência dos neutrófilos.

Para que serve a Albumina Humana? 

Tem como indicação para o tratamento de uma variedade de condições, nas quais podemos citar:

  • Choque devido a perda de sangue no corpo (Hipovolemia),
  • Queimaduras,
  • Albumina baixa (Hipoalbuminemia),
  • Baixos níveis de proteína (Hipoproteinemia) devido a alguma cirurgia ou insuficiência hepática,
  • Síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA),
  • Nefrose (lesão degenerativa no rim),
  • Diálise renal,
  • Aumento da bilirrubina em bebês (Hiperbilirrubinemia neonatal),
  • Insuficiência hepática aguda,
  • Doença hemolítica do recém-nascido e
  • Como um medicamento adicional na cirurgia de by-pass cardiopulmonar, (Ponte).

Pode ser usada para várias condições, conforme determinado pelo médico.

Como a Albumina Humana Age?

Mantém a pressão coloidal osmótica (ou oncótica) no plasma. A Albumina Humana é responsável por 70% a 80% da pressão osmótica do plasma normal, que regula o volume de sangue em circulação e aumenta temporariamente o volume de sangue.

Quem não deve usar a Albumina Humana?

A albumina está contraindicada em pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula, com problemas no coração e volume de sangue anormal, em pacientes com varizes no esôfago, anemia grave, desidratação, edema pulmonar, com tendência para sangramentos sem causa aparente e ausência de urina.

O uso de deste medicamento também não deve ser feito na gravidez ou durante a amamentação, sem a orientação médica.

Atenção!

Este remédio deve ser administrado diretamente na veia e, por isso, só deve ser utilizado por um profissional de saúde no hospital. A dose geralmente varia de acordo com o problema a tratar e o peso do paciente.

Albumina Humana Vs Albumina Suplementar

Albumina Humana é composta de proteína plasmática obtida a partir do plasma de doadores, sendo sintetizada pelo fígado. Já a Albumina Suplementar, encontrada em muitos dos suplementos alimentares, é derivada da clara do ovo, sendo considerada uma proteína de alto valor biológico por conta do seu perfil de aminoácidos. Portanto, a Albumina Humana não deve ser usada para aumentar a massa muscular, nesses casos é recomendado usar os suplementos de albumina.

Cuidados de Enfermagem na Administração da Albumina

– Atentar principalmente e pedir orientação quanto à marca da Albumina Humana utilizada, pois alguns fabricantes orientam a conservação da medicação quando não está em uso em geladeira, sendo assim, há outras marcas que necessariamente não são conservadas sob refrigeração, tomando cuidado para perdas indesejáveis do fármaco.
– Não deve ser misturada com outros medicamentos, sangue total e unidades de glóbulos vermelhos;
– Depois de aberto o frasco, deve ser utilizado nas 3 horas seguintes.
– Vigiar possíveis reações alérgicas.
Anúncios