A Importância da Higienização constante dos Ressuscitadores Manuais

importanciahigieneambu.png

Sabe aquele ressuscitador manual (comumente chamado “ambu”), que em muitos hospitais ficam em cima das bancadas esperando para serem reutilizados por dias, inclusive para manobras de hiperinsuflação manual?

Pois é, eles podem contribuir (e muito!) para aumentar o risco de pneumonia!

Um trabalho apresentado no Society of Critical Care Medicine (SCCM) 42nd Critical Care Congress, por Rasnake et al, com reanimadores de 147 pacientes constatou que culturas bacterianas aumentaram acentuadamente a cada dois dias, embora visualmente parecessem limpos.

Também observaram que, quanto mais o dispositivo for manipulado, maior a colonização.

Mais um motivo para pensarmos em realizar a higienização e esterilização constante destes dispositivos, e também realizar as trocas dos mesmos destes pacientes!

Anúncios