Crônicas de um técnico

Enfermagem é Continuidade!

A Passagem de plantão é fundamental para que passe todas as intercorrências, exames pendentes, procedimentos pendentes. A enfermagem é uma continuidade! 

Diversas vezes passo plantão com diversas situações que incomodam muito, mas que chega uma hora que isso cansa.

Não existe “você faça o seu em seu turno, que eu faço o meu em meu turno” porque não é assim que funciona! E muito pior, ouvir dos colegas “não me interessa o que aconteceu no seu plantão, somente interessa o que acontece no meu”, pois é pior ainda, o individualismo e o egoísmo rola a solta e isso não pode acontecer!

Trabalhamos às 12 horas sobre as mesmas condições que você, colega, que vive reclamando quando recebe um plantão, que sempre exige o paciente zero bala e com todas as drogas trocadas e medicações feitas:

– Nas 12 horas que ficamos com os pacientes damos banho, trocamos fraldas, limpamos sujeiras, auxiliamos nos procedimentos médicos e dos enfermeiros, encaminhamos pacientes à exames, damos comida, ajudamos em muitas das intercorrências, somos “psicólogos” de familiares e de pacientes, e o paciente que apresenta disfunção intestinal e renal, sempre irá evacuar e urinar, portanto, se recebe o paciente evacuado, não é porque eu simplesmente quero lhe passar assim, entenda, o paciente não é um boneco, ele tem suas necessidades, e irá fazer quando bem entender, então não reclame quando recebe o paciente se tiver nessas condições! Pare e nos escute quando estamos lhe passando o plantão;

– Exames pendentes? Sempre! O paciente e o médico não escolhe quando algum exame irá surgir, e se surgir um à 10 minutos antes de passar o plantão, entenda! Não sou eu que estou passando de propósito, há sempre um por que!;

–  “Cadê o ambu no leito? Onde está o aparelho manual?, Cadê as medicações conferidas?” é uma de muitas perguntas frequentes dos colegas, que sempre chegam atrasado, ou seja, querem exigir o material no leito mesmo depois que você espera, a sua rendição chega atrasada, e  passa seu plantão ao colega do plantão seguinte, portanto, chegue mais cedo, pontualidade é fundamental e necessário para as duas equipes, pois o plantão do dia quanto o da noite podem ser turbulentos e muito das vezes o colega não enxerga o básico, por estar muito atarefado, e ao receber o plantão no horário certo e verificar a falta destes materiais, ajudará o colega do plantão a guiá-lo a obter todos os materiais faltantes e lhe passar tudo certinho;

– “Porque o paciente tá todo revirado assim no leito?” colega, o paciente não é o boneco. Principalmente aqueles que estão em estado de agitação psicomotora, confusão mental, é impossível você passar com o lençol esticado. Entenda.

– “Você não vai trocar as drogas que estão acabando?”  Nas 12 horas, trocamos as drogas, e se por ventura, lhe estou passando um dormonid ou fentanil com 4 dedos de solução, ainda dá para segurar até o seu plantão. Eu dou prioridade às drogas vasoativas, como noradrenalina, dobutamina, vasopressina, esses sim, tenho que estar de olho para te passar pelo menos metade cheio. Já pensou se acaba uma noradrenalina e o paciente para?

– “Plantão passado você não me passou uma pendência de um exame, porque?” Colega, muito das vezes estou lhe passando o plantão enquanto você dá ouvidos a conversas paralelas e muito das vezes se intromete nelas e acaba não prestando atenção no que falo. Será que sou eu mesmo que esqueço de te passar ou você que não presta a atenção todas as vezes que estou te passando o plantão?

Há muitas peças chave em uma passagem de plantão para se tornar uma continuidade. Jamais tenha o ideal de que só existe o seu plantão e dane-se os outros, pois todos os plantões são interligados pelas intercorrências, pendências, e o principal, pontualidade e compreensão, de que, sempre existirá uma pendência aqui, e lá, e fazemos de tudo o possível para passar o mínimo, e até sem nenhuma. Mas algumas coisas relevantes e pertinentes quanto ao estado do paciente, como agitação, necessidades básicas, é algo que não controlamos. Não adianta reclamar, se você recebe, nós também recebemos nas mesmas condições, mas a diferença é que compreendemos que ali existe um ser humano com suas necessidades, e precisamos tratá-las com muita humanização.

Por Christiane Ribeiro,

Técnico de Enfermagem Intensivista

Anúncios

5 respostas »

  1. Adorei estou em campo de estágio e foi bem útil o conteúdo da página . Obrigada .Principalmente para nós principiantes onde todos os lugares pedem com experiência para ocupar uma vaga .

  2. Adorei. Que pena q a equipe de enfernagem sejam tao desunidas e continuiedade so da boca .pra fora porque na real isso nao contece. Quantas vezes sai do plantao 3 horas depois do horario devido uma intercorrencia 10 minutos antes de passar o plantao e a outra equipe so pegou o plantao quando o paciente ja estava estabilizado porque senao ia tumultuar o plantao do colega.

  3. Isso faz parte do curso de enfermagem, porém muitos não fazem a passagem de plantão.
    Infelizmente é isto é uma rotina na enfermagem.
    Adorei o comentário, isso servirá para os que não fazem a passagem reflitam!!!!!!!

  4. Parabéns pelo site, muito bem elaborado; Sou Enfermeira e professora no curso Técnico de Enfermagem e faço muita propagando desse site pois gosto muito da maneira como vocês trabalham e abordam os temas . Estão todos de parabéns.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.